Suplementos nacionais ou importados: qual a melhor opção?

suplementos são utilizados por aqueles que não alcançam suas necessidades nutricionais somente por meio da alimentação. Seu uso é bastante comum em atletas, praticantes de exercícios extenuantes e até por quem possui uma rotina atribulada. Dessa forma, as pessoas têm preocupação sobre qual seria a melhor maneira de se suplementar. Esse fato leva a uma discussão comum relacionada à qualidade de suplementos nacionais vs importados. Por isso, separamos para você as principais características de cada um deles. Você se interessou? Confira!

Suplementos nacionais

Existe a ideia de que as marcas nacionais são inferiores às importadas. Realmente já foram encontradas substâncias omitidas nos rótulos de algumas delas, porém, isso não é uma exclusividade do Brasil. No exterior também ocorre adulteração de produtos com substâncias ilícitas, a diferença é que isto não chega ao nosso conhecimento. A impressão de que a maior parte dos suplementos brasileiros é de baixa qualidade se deve ao fato de que existem poucas marcas aqui. Dessas empresas, quando algumas perdem a sua credibilidade por causa da adulteração de produtos, se tem a ideia de que todos os nacionais sempre são ruins. Um fato importante é que muitas marcas nacionais adquirem matéria-prima dos mesmos fornecedores que as importadas. Isto significa que os ingredientes de ambas têm a mesma origem. Visto isso, é possível encontrar alguns produtos brasileiros com qualidade. Os produtos à base de proteínas ou aminoácidos, são exemplos de bons suplementos produzidos por algumas marcas nacionais. Dessa forma, nesses casos não é necessário adquirir marcas importadas. Você deve apenas pesquisar a origem da matéria-prima das brasileiras disponíveis e escolher aquela mais se adéqua ao seu objetivo. É importante que o consumidor saiba ler e analisar o rótulo e que fique atento a lista de ingredientes do suplemento, onde é possível verificar a presença de aditivos. Uma dica é considerar que os componentes são organizados de forma decrescente. Isso torna possível verificar aqueles presentes em maior e menor quantidade.

Suplementos importados

Um fator que não pode ser negado na discussão de suplementos nacionais vs importados é que o número de opções de produtos estrangeiros é muito maior do que as opções brasileiras existentes. Visto isso, existe uma gama enorme dessas mercadorias que vêm de fora com uma boa reputação. Outro ponto em questão é que embora no Brasil também exista tecnologia de ponta para a produção de suplementos, alguns processos de fabricação são realmente superiores no exterior. Além de não termos registro na ANVISA para vários ingredientes que são permitidos lá fora, como é o caso do dióxido de nitrogênio (NO2). Tratando-se de produtos não registrados pela ANVISA, é uma boa opção suplementos importados. Não obstante, vale lembrar, que o mesmo critério que se deve ter para escolher entre as marcas nacionais, também é necessário para as internacionais: ler o rótulo é sempre indispensável! Lendo atentamente o rótulo dos produtos estrangeiros você perceberá a adição de ingredientes como alfa-cetoglutarato de arginina (AKG), ioimbina, coenzima Q10, resveratrol e fucoxantina. Esses elementos oferecem benefícios adicionais ao suplemento, fazendo com que eles tenham uma qualidade superior. Outro ponto é que existem ingredientes que aumentam essa qualidade, mas que não possuem registro no Brasil — esse fato por si só aumenta as vantagens de adquirir um produto importado. A discussão sobre suplementos nacionais vs importados é bastante polêmica, por isso existem profissionais capacitados para orientar você sobre esse tema. Busque sempre a opinião do seu nutricionista ou do seu médico, afinal, eles poderão avaliar a sua necessidade e orientá-lo sobre qual a melhor forma de utilizá-los. Gostou dessas informações e quer saber mais sobre esse assunto? Leia também sobre os principais suplementos indicados na nutrição esportiva e descubra mais coisas que podem melhorar a sua qualidade de vida.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.