Envie a sua receita por aqui

O profissional legalmente habilitado é o profissional que irá prescrever medicamentos, preparações magistrais, oficinais e outros produtos para a saúde. As principais normas que versam sobre a prescrição de preparações magistrais estão elencadas e são publicadas por entidades de classe, órgãos sanitários e pelo poder executivo, na forma de leis, resoluções, portarias ou códigos de conselhos profissionais.

Os códigos de ética das profissões consideram que a prescrição deve ser escrita de forma clara e em vernáculo, sem rasuras, em letra de forma, por extenso e legível. Atualmente também é permitida a digitação e a receita digital, utilizando nomenclatura e sistema de pesos e medidas oficiais.

Preencha o formulário

Quais são os profissionais habilitados

Médicos: Lei nº 12.842/2013, Decreto nº 20.931/1932 e Resolução CFM nº 1.931/2009 (prescrição apenas para uso humano);
Cirurgiões dentistas: Lei nº 5.081/1966 e Resolução CFO nº 118/2012 (prescrição apenas para fins odontológicos);
Médicos veterinários: Lei nº 5.517/1968 e Resolução CFMV nº 1.138/2016 (prescrição apenas para uso veterinário);
Farmacêuticos: Decreto nº 20.377/1931 e Resolução CFF nº 596/2014 (prescrição apenas para uso humano);
Nutricionistas: Lei 8234/1991 e Resolução CFN nº 599/2018 (prescrição apenas para uso humano, dentro do âmbito profissional);
Biomédicos: Lei nº 6.684/1979 e Resolução CFBM nº 198/2011 (prescrição apenas para uso humano, dentro do âmbito profissional);
Enfermeiros: Lei nº 7.498/1986 e Resolução COFEN nº 564/2017 (prescrição apenas para uso humano, dentro do âmbito profissional e mediante protocolo/diretriz);
Fisioterapeutas: Decreto-Lei nº 938/1969 e Resolução COFFITO nº 424/2013 (prescrição apenas para uso humano, dentro do âmbito profissional).

Prescrição Digital: Como funciona essa tendência e quais são os benefícios?

Por Heloisa C. Mello em abril 8, 2020

As prescrições médicas são parte importante das rotinas dos estabelecimentos de saúde, reunindo as recomendações dadas por profissionais habilitados para que o paciente se recupere de quadros patológicos. Nesse contexto, a prescrição digital é uma tecnologia inovadora que ganha cada vez mais adesão das instituições de cuidado.

Na plataforma Memed, por exemplo, foram realizadas mais de 3 milhões de prescrições em 2018, contando com 60 mil médicos inscritos no mesmo ano. Os ganhos com a implementação dessa tecnologia, que é uma das vertentes da telemedicina, são muitos, proporcionando redução de custos, otimização de processos e aumento da segurança do paciente.

Preparamos este conteúdo especial com informações sobre prescrição digital como funciona essa tendência e quais são os benefícios? Mostrando como esse recurso funciona e quais são as possibilidades que ele abarca para o hospital ou clínica. Ficou interessado? Continue acompanhando e entenda mais sobre o tema!

O que é prescrição digital?

A prescrição digital é a emissão de receita médica ou recomendação de procedimentos por via informatizada. Isso significa que o profissional de saúde pode inserir as informações em uma plataforma especializada, equipada com assinatura digital, e o paciente poderá acessar o conteúdo por meio de dispositivo eletrônico.

Há também possibilidades de intercomunicação entre o sistema do médico e a rede de farmácias. Assim, quando o paciente fornecer os dados, o farmacêutico pode abrir a receita no computador do estabelecimento e consultar as informações necessárias para que o paciente adquira os remédios necessários e saiba as dosagens corretas.

Como a prescrição digital funciona?

A prescrição digital funciona por meio de softwares em nuvem. O profissional se cadastra na plataforma e insere as informações das rotinas de cuidado na página. Ele pode consultar bancos de dados acerca de medicações e disponibilidades de remédios, pois o software se conecta aos sistemas de farmácias. Com a finalização da composição do documento, o doutor pode enviar o link do registro informatizado para o paciente, que pode então fazer a compra dos itens recomendados.

A farmácia também pode acessar ao sistema e abrir o documento elaborado pelo médico. Isso significa que o paciente pode ir até a farmácia, fornecer o CPF e o registro será acessado. O processo é realizado sem uso de papel e com facilidades logísticas. Afinal, o profissional pode emitir a receita de onde estiver e o paciente não precisa se deslocar para o consultório para buscar o documento.

Quais são os benefícios da prescrição digital?

A prescrição digital traz vários benefícios para pacientes e médicos. Vamos mostrar quais são essas vantagens a seguir. Veja mais!

Redução de custos

Papéis e carimbos representam um custo relevante para o orçamento do estabelecimento de saúde. Eles podem não representar um grande valor unitário, mas pesam no orçamento quando há um grande volume de atendimentos, pois o número de prescrições emitidas por dia é realmente alto.

Com a prescrição digital, o impacto positivo nas despesas é considerável. Além disso, outro fator importante que afeta diretamente a experiência do paciente é que ele tem acesso à receita com mais facilidade, com reduzidos custos de deslocamento.

Otimização do tempo de trabalho do profissional da saúde

Um profissional de saúde tem diversas preocupações durante a consulta. O fornecimento de uma boa escuta, atendimento humanizado, preenchimento de prontuário, acompanhamento adequado do caso, escuta de questões subjetivas e clínicas e também a logística dos processos são alguns exemplos.

Preencher uma receita à mão envolve papel carbono, escrita legível, clareza, explicação detalhada. Em alguns casos, é necessário emitir mais de um registro, pois uma medicação é adquirida em farmácia e a outra no posto de saúde. Acrescentamos que essa rotina não acontece só uma vez. Ela se repete em vários momentos ao longo do expediente. Isso torna os procedimentos demorados e desgastantes para o médico.

Com a prescrição digital, o profissional pode fazer as recomendações e indicações mais rápido e com facilidade. Isso simplifica a rotina e permite que o médico tenha mais tempo disponível para oferecer um melhor atendimento. Os bancos de dados integrados à plataforma em nuvem também permitem o acesso à informações sobre remédios e dosagens com agilidade e precisão. Isso otimiza atividades e proporciona melhores possibilidades para o colaborador da saúde.

Aumento da segurança das informações

O sistema de prescrição digital é altamente seguro e criptografado. Com ele, o paciente terá acesso aos itens necessários para fazer uma boa rotina de cuidados, sem riscos com erros de dados ou medicações equivocadas. A perda do documento físico também se torna nula, o que evita retrabalho.

Além disso, problemas com ações de pessoas mal-intencionadas, que podem tentar falsificar prescrições ou obter medicamentos de forma ilegal, são minimizados. Isso favorece a proteção do paciente e da integridade do profissional de medicina.

Prevenção da repetição de exames

As plataformas de prescrição digital se integram aos sistemas de prontuário eletrônico. Com isso, o médico pode acompanhar de perto todas as atividades de saúde realizadas pelo paciente. A medida evita as repetições de exames por falta de comunicação entre equipes de tratamento e atendimento, pois todas as informações estão registradas em sistemas seguros em nuvem. Isso reduz custos para os pacientes e facilita a rotina de profissionais.

Por que o médico deve adotar a prescrição digital no hospital?

Adotar a prescrição digital no hospital é uma ótima alternativa para facilitar a rotina de profissionais e oferecer mais comodidade aos pacientes. Com esse sistema, os processos na instituição ficam mais rápidos e precisos, com diminuição dos erros e do retrabalho.

Além disso, esse recurso informatizado cria condições para fortalecer a rede de atendimento com a conectividade, por meio de uma comunicação sólida e precisa entre as instituições de saúde. Isso contribui para melhorar a imagem da organização de saúde diante de pacientes e colaboradores.

A prescrição digital no hospital é uma excelente alternativa para otimizar processos e simplificar a rotina da equipe e dos pacientes. Com esse recurso, os procedimentos ganham agilidade, qualidade e eficácia. Além disso, a estrutura de segurança da informação é fortalecida, proporcionando condições para a melhora da proteção dos pacientes e dos profissionais da saúde.

Fonte: https://blog.medicalway.com.br/prescricao-digital-como-funciona-essa-tendencia-e-quais-sao-os-beneficios/

CONCLUSÃO

A prescrição digital irá facilitar muito a vida de médicos, pacientes e farmácias. Evitando erros e cada um assumindo sua responsabilidade. Ela veio para ficar

Avaliações disponíveis ao acesso

5 ESTRELAS 95.5%
4 ESTRELAS 2%
5 ESTRELAS 0.5%
5 ESTRELAS 1%
5 ESTRELAS 1%
584 AVALIAÇÕES
4.9/5