Conheça 6 cuidados que se deve ter com remédio natural

Quem não conhece, pelo menos, uma receita de remédio natural? Um chazinho que vem passando de geração em geração, uma compressa e, até mesmo, ervas para inalação já fazem parte da cultura do brasileiro. No entanto, é necessário ter cuidado com esse tipo de medicamento.
Não podemos esquecer que plantas medicinais também são constituídas de substâncias químicas, por isso, é fundamental contar com a indicação de bons farmacêuticos. Afinal, eles estão aptos para recomendar ingredientes naturais ou fórmulas prontas seguras e eficazes.
Mas, mesmo sabendo qual é a planta ou a substância ideal para seu problema, é preciso tomar alguns cuidados na hora de administrar os medicamentos.
No post de hoje, confira quais são eles! Boa leitura!

1. Evite remédio natural desconhecido

Tenha cuidado com receitas de remédio natural que você não conheça os ingredientes, em especial se tiver algum histórico de hipertensão, colesterol, diabetes, doenças renais ou cardiopatias.
Sempre que tiver dúvidas sobre uma planta, converse com um farmacêutico para que ele possa lhe explicar detalhes importantes sobre ela. Considere que receitas naturais também provocam reações no organismo, podendo ser positivas ou negativas.

2. Não consuma substâncias em excesso

Assim como qualquer medicamento, o remédio natural também tem a sua dosagem indicada para cada mal e grupo de pessoas. O consumo excessivo dessas substâncias e plantas pode desencadear efeitos colaterais indesejados.
É necessário estar atento às medidas recomendadas, bem como à posologia das fórmulas prontas. Dessa forma, você conseguirá usufruir apenas dos benefícios dessas receitas, sem colocar em risco sua saúde.

3. Siga à risca as orientações de uso

Cada planta precisa ser trabalhada de uma maneira para estar adequada ao preparo de medicamentos. Por isso, esteja atento às orientações de uso de cada uma delas, já que algumas espécies podem ser tóxicas se não forem manuseadas da forma correta.
No caso de fórmulas prontas, respeite as orientações de uso feitas pelo farmacêutico. Também esteja atento ao modo de conservação do remédio para que ele não sofra influências do meio.

4. Verifique se a planta é liberada pela Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) disponibiliza gratuitamente uma lista com as plantas medicinais que são seguras para o tratamento de sua saúde. Antes de fazer o seu remédio natural, é interessante observar se a planta que você pretende usar faz parte dela.
É possível fazer essa pesquisa no Memento Fitoterápico da Farmacopeia Brasileira ou, então, diretamente no site da Anvisa na Lista DCB de Plantas Medicinais. Se você tiver alguma dúvida, consulte um farmacêutico e peça orientação.

5. Observe as contraindicações

O remédio natural também possui as suas contraindicações. Elas precisam ser respeitadas, porque os componentes químicos das plantas podem causar efeitos colaterais e prejudicar sua qualidade de vida.
Quando a substância for administrada em alguma pessoa pertencente a um grupo especial, como crianças, idosos, gestantes e doentes crônicos, é indispensável ter mais cuidado. Também é muito importante não usar receitas caseiras ou fórmulas desconhecidas, a fim de evitar reações adversas.

6. Respeite os prazos de validade

Remédio natural também tem validade e, antes de usar, você deve observar se esse prazo já não passou. Isso se estende para ervas e plantas usadas em infusões. Elas têm um tempo indicado para serem consumidas. Depois desse período, podem perder sua função medicinal e sofrerem degradação, proliferando bactérias e fungos.
O remédio natural é uma boa alternativa para quem deseja se tratar de uma forma mais equilibrada. No entanto, lembre-se de contar com o suporte de profissionais para que você use as plantas e substâncias certas.
Você costuma usar algum remédio natural? Conte para a gente qual planta medicinal faz parte da sua farmácia caseira![/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.