Afinal, o que é a ginecomastia?

Você já ouviu falar sobre ginecomastia? Sabia que esse distúrbio que provoca o aumento das mamas no homem atinge cerca de 38% da população masculina jovem? Suspeita-se que tal porcentagem possa estar aumentando devido ao uso de substâncias como suplementos alimentares e anabolizantes. Então, já deu para perceber que é um assunto na ordem do dia, não é mesmo?
Conheça agora um pouco mais sobre a ginecomastia e saiba como identificar seus sintomas, evitando progressão e o acarretamento de problemas mais sérios para a saúde masculina no futuro.

O que causa?

Apesar de muitos acreditarem que o aumento das mamas nos homens se deve apenas ao excesso de gordura, a chamada ginecomastia também ocorre quando o tecido mamário se desenvolve de forma anormal.
O distúrbio é causado especificamente por problemas de desregulação hormonal. O aumento de certos hormônios, como o estrogênio, estimulam o desenvolvimento das glândulas mamárias. Isso faz com que o tamanho e a forma do peitoral masculino passem a se assemelhar aos seios femininos.
Além desse aspecto físico, a ginecomastia pode levar ainda a constrangimentos associados a fatores psicológicos. Nesses casos, o indivíduo deixa de exercer suas atividades sociais e passa a ter vergonha de seu corpo.
Por ser mais frequente na puberdade, pouco se fala sobre seu aparecimento em outras fases da vida do homem. Em adultos, o problema tem despontado por causa do uso de medicações e suplementos alimentares de forma inadequada, pois eles agem na hipófise.
A ginecomastia relacionada à glândula pode aparecer quando tumores hipofisários nos homens, por exemplo, levam ao aumento de prolactina no sangue, hormônio produzido pela hipófise em mulheres que estão amamentando que estimula o tecido gandular mamário.

Quais são os sintomas?

O aumento da mama comprometendo o fator estético pode ser um dos primeiros sintomas a ser notado. Porém, existem outros fatores que também causam desconforto no homem e podem ser tidos como indícios para o diagnóstico.
O local pode ficar sensível e dolorido, apresentar coceiras e ter acúmulo também de gordura na região, modificando o aspecto e gerando um crescimento fora do normal.
Mesmo que o tratamento com hormônios seja feito e que haja uma adoção de hábitos saudáveis, na maioria dos casos a regressão não é total e uma intervenção cirúrgica pode ser necessária. Isso porque os medicamentos costumam apenas amenizar o problema e auxiliar na dor.

Existem graus de gravidade da ginecomastia?

A gravidade do distúrbio é dividida em 3 graus, estipulados conforme os sintomas apresentados. O diagnóstico deve ser feito por um médico (endocrinologista; cirurgião plástico ou mastologista), que indicará o tratamento mais adequado. Os graus são:

  • grau 1: surgimento de tecido glandular mamário concentrado em volta da aréola. Nesse caso, não há acúmulo de pele ou gordura, o que torna a remoção mais fácil;
  • grau 2: existência de massa de tecido mamário com a possibilidade de acúmulo de gordura em margens bem definidas, podendo ser removida com uma lipoaspiração;
  • grau 3: além da massa de tecido mamário bastante desenvolvida e da gordura no local, há também flacidez e excesso de pele. Pode ser o caso de uma intervenção cirúrgica mais complexa.

Por que nunca descuidar?

Mesmo que haja esclarecimentos e alertas, não é raro encontrar homens que façam uso de anabolizantes nas academias de todo país.
Se a condição é provocada pelo consumo dessas substâncias, é preciso suspender sua utilização imediatamente. E, mesmo depois de uma intervenção ou uma operação, os cuidados devem ser redobrados para que não haja recorrências.
Por essa razão é que, sempre que for tomar qualquer suplementação, procure por especialistas, profissionais qualificados e autorizados a prescrever medicações e tratamentos. Eles é que poderão ajudar caso ocorra qualquer problema com seu corpo.
A disfunção da testosterona, apontada como um dos motivos para o surgimento da ginecomastia, pode ser prevenida se forem tomadas providências rapidamente e se houver conscientização e informações precisas. Esperamos que esse objetivo esteja sendo cumprido com os artigos que trazemos em nosso blog.
Se você está curioso para conhecer mais sobre a saúde do homem, temos mais um artigo interessante que mostra para que serve a testosterona. Clicando no link, você vai saber qual a importância desse hormônio e como ele atua no corpo masculino. Não deixe de ler!


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entregamos sua fórmula

Entregamos no território brasileiro e dependendo de sua região, há a possibilidade de marcar horário de entrega. Saiba mais sobre nossa política de entrega e escolha qual melhor opção que lhe atende.

Site seguro com plataforma de pagamentos

Nosso site foi construído com as melhores práticas de segurança contra vazamento de dados. Seus dados sensíveis serão tratados por plataforma de pagamento como PagSeguro.

24/7 suporte farmacêutico

Sempre ao seu lado para tirar suas dúvidas. Sabemos da importância de ter um profissional por perto nos momentos difíceis.

×

Carrinho