Treino para barra fixa: 6 dicas para alcançar mais resultados

crescimento muscular das partes superiores do corpo. No entanto, é comum que algumas pessoas sintam dificuldade com esse tipo de exercício. Nessas horas, fica a dúvida: como me adaptar e conseguir melhores resultados? Pensando nisso, preparamos este post, que irá auxiliá-lo na execução dos exercícios e gerar um desempenho mais satisfatório. Ao todo, são 6 dicas práticas para você aplicar durante o treino. Confira!

1. Não deixe o aquecimento de lado

Pode parecer apenas um detalhe sem importância, mas aquecer é fundamental. Um bom aquecimento ajuda a evitar aquelas desagradáveis dores no corpo e ainda pode facilitar o movimento de pegada na barra. Portanto, cuide desse aspecto para não prejudicar sua rotina de treinamentos.

2. Use cargas

Dependendo da sua disposição e dos seus objetivos com a atividade física, considere a utilização de cargas. As caneleiras, por exemplo, são boas opções para dificultar a subida e aumentar a intensidade. Não se esqueça, porém, de seguir as recomendações de um profissional qualificado. De nada adianta você exercitar seu ego e se esquecer dos músculos, ok? Ouça quem entende do assunto para não correr riscos desnecessários ou sofrer lesões que poderiam ser facilmente prevenidas.

3. Varie as pegadas

Fazer a mesma pegada sempre pode ser desestimulante. Portanto, tente se desafiar e varie a maneira de pegar na barra fixa. Veja os três modos mais conhecidos:
  • Supinada: suas mãos estão viradas para você;
  • Pronada: é quando você vira as mãos para frente;
  • Neutra: suas mãos estão uma de frente para outra.

4. Conte com suplementos para aumentar sua força

Suplementos proteicos são excelentes para a construção muscular e, em virtude disso, tendem a ser fontes de força para o treino com barra. A creatina, por sua vez, ajuda na realização de treinos mais intensos e favorece o processo de recuperação entre as séries. Já o BCAA facilita a absorção de nutrientes, eleva a produção de insulina e ainda dá mais energia. Porém, lembre-se de se consultar com um nutricionista ou um médico. Somente um especialista pode ajudá-lo com as quantidades ideais a serem ingeridas, períodos de consumo, como fazer uma variação e assim por diante. Consumir por conta própria pode mais atrapalhar do que ajudar.

5. Não balance o corpo

Quanto mais estabilidade na execução, melhor. Por isso, suba em linha reta e fique atento à postura durante todas as etapas do exercício. Caso contrário, você não conseguirá se aproveitar do esforço realizado para trabalhar os músculos desejados.

6. Tenha controle da descida

A fase de descida é o momento mais importante, porque é nele que você encaminha o ganho de massa. Sendo assim, tenha ainda mais atenção com o quão estável seu tronco e seus braços estão nessa hora. Cuide também de outros detalhes relativos ao tipo de equipamento utilizado. Aos poucos, você terá um melhor aproveitamento no treino para barra fixa e ficará ainda mais próximo dos resultados almejados! Agora que você está pronto para treinar, veja estes 5 suplementos que ajudam no ganho de massa muscular e potencialize sua performance!

Este post tem um comentário

  1. Roger Furlan

    Adotei o treino de barra aos poucos, tinha dificuldade pois no começo realmente não é nada fácil! Como está na matéria, é só irmos aos poucos que sua resistência e força vão aumentando e assim ficará natural sempre conseguir fazer. E o melhor, sempre tem uma barra por aí pra garantir o treino de costas; seja na praia, nos parques e claro na academia. Vale a pena!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.